Possível Cobrança De IMI Aos Estádios deixa Liga De Clubes “Preocupada”

166

A Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) está “preocupada com o impacto financeiro” que a eventual cobrança de IMI aos recintos desportivos possa acarretar para os clubes e pediu uma avaliação das consequências ao Grupo de Trabalho Financeiro.

A Direção da LPFP, reuniu no passado dia15 fevereiro 2023 , na sede do organismo, no Porto, está a acompanhar “de perto” a possibilidade de ser cobrado o Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) aos recintos desportivos, manifestando-se “preocupada com o impacto financeiro que tal medida poderá provocar junto dos clubes, do futebol profissional e do futebol português de uma forma global”.

Em causa está a possibilidade de a Autoridade Tributária e Aduaneira passar a cobrar IMI aos recintos desportivos, à semelhança do vai fazer com as barragens, apesar de vários clubes estarem isentos, por terem estatuto de utilidade pública e/ou os seus estádios serem considerados imóveis de interesse municipal.

A LPFP abordou também a decisão do Supremo Tribunal Administrativo, confirmando a decisão da primeira instância, que deu razão ao organismo representativo dos clubes profissionais na impugnação de um processo de liquidação de IVA adicional referente aos anos de 2003 e 2004, no qual a Autoridade Tributária reclamava o pagamento de 763 mil euros.

RPC // PFO

Por: Lusa/Fim

pode gostar também
Comentários
Loading...
Verified by MonsterInsights