Município de Paços de Ferreira vai integrar roteiro turístico empresarial da região norte

Melchior Moreira ficou impressionado com as condições tecnológicas das empresas do concelho de Paços de Ferreira. A integração no roteiro turístico empresarial do Norte será uma realidade.

0 170

O Presidente do Turismo do Porto e Norte de Portugal, Melchior Moreira, visitou esta sexta-feira algumas empresas do mobiliário do concelho de Paços de Ferreira, com o objetivo de perceber a realidade do setor e recolher informações sobre a qualidade do produto.
Esta visita insere-se numa ideia do presidente da autarquia, Humberto Brito, que pretende incluir o concelho no roteiro do turismo empresarial da região norte e atrair o maior número de turistas para dinamizar a economia local.
“Havia aqui a necessidade de juntar o turismo de negócios e a nossa capacidade comercial. E, para isso, nada melhor que convidar o presidente do Turismo do Porto e Norte de Portugal para nos visitar e conhecer a nossa realidade. O turismo tem um peso significativo na nossa e economia e é fundamental mostrar o que temos, dar-nos a conhecer aos mercados e sabemos que podemos contar com o Turismo do Norte para ser o nosso parceiro”, referiu Humberto Brito, presidente da Câmara Municipal.
Melchior Moreira referiu que “estou aqui hoje reconhecendo a importância que este município e o seu setor privado têm como decisivo para continuar o nível de crescimento da região norte. Este é um bom exemplo do que são hoje as entidades públicas a funcionar. No conjunto das empresas onde estive presente, elas perceberam que esta é uma alavanca definitiva para fazermos mais negócios e darmos mais visibilidades às empresas”.
Em Paços de Ferreira, nos últimos anos, foram criadas 561 novas empresas, investidos mais de 60 milhões de euros e criados 2500 postos de trabalho, tendo as exportações registado um crescimento de cerca de 50 milhões de euros.

 

Neste Concelho existem cerca de cinco mil empresas, localizadas apenas num raio de 5 km, 1 milhão de m2 de área de exposição e 2,5 milhões de área de produção cujo valor de faturação supera a barreira de mil milhões de euros/anuais.

pode gostar também
Comentários
Loading...